Roc2c Blog

If you need a real good pavement for your home, Roc2c has the solution for you!

26/10/17

A Praça do Rossio é o Coração de Lisboa / Rossio Square is the Lisbon´s heart

A Praça do Rossio é o Coração de Lisboa 

           A Praça de D. Pedro IV, mais conhecida pelo seu nome antigo, Praça do Rossio é há mais de 600 anos o coração de Lisboa. Esta praça, sendo o centro da cidade, é um local movimentado e muito popular entre turistas e habitantes locais e é onde a calçada portuguesa nasceu.

            Esta praça, há mais de seis séculos que é palco de diversos acontecimentos memoráveis da cidade de Lisboa, tais como touradas, festivais, paradas militares e até autos-de-fé no tempo da Inquisição. Actualmente esta praça tem sido palco de vários comícios políticos e manifestações.


Em 1755, devido ao terramoto, a reconstrução que se seguiu deu à Praça D. Pedro IV uma vista diferente, pois passou a estar rodeada por vários edifícios pombalinos que foram aproveitados para comércio. No lado norte da praça podemos encontrar o Teatro Nacional D. Maria II e a sul encontramos um magnífico arco, uma obra da arquitetura pombalina do século XVIII.

Praça do Rossio
© Roc2c


O chão da Praça D. Pedro IV

         O chão desta praça é uma verdadeira obra de arte da típica calçada portuguesa. Calçada esta feita com pedras de calcário pretas e brancas, com padrões ondulantes. Depois do sucesso obtido na obra de pavimentação do Castelo de São Jorge em 1842, o Tenente General Eusébio Furtado foi incumbido de pavimentar o Rossio. O desenho adotado para o Rossio ficou conhecido por “Mar Largo”. Hoje, a calçada portuguesa é uma das imagens de marca de Lisboa e do País


Praça do Rossio
© Roc2c

O “Mar” do Rossio



Depois do calcetamento do Castelo de São Jorge foram encomendadas mais obras semelhantes, salientando-se o projeto de mais de oito mil metros quadrados na Praça D. Pedro IV, desde sempre conhecida como Praça do Rossio.



“Mar Largo” foi o nome dado ao desenho da calçada do Rossio, pois fazia lembrar o mar, a praia, as ondas balançando com ritmo e este famoso calcetamento deu-se entre 1846 e 1849.


Este padrão simboliza o encontro do Rio Tejo com o Oceano Atlântico, que lançou os portugueses nos Descobrimentos e na expansão Ultramarina a partir do século XV.
Este tipo de pavimento marcou o nascimento da “Calçada Portuguesa” como a conhecemos hoje.

Praça do Rossio
© Roc2c

Os primeiros mestre calceteiros

       O Tenente General Eusébio Pinheiro Furtado teve a inovadora iniciativa de ocupar os prisioneiros do Castelo de São Jorge então, colocou-os a fazer o calcetamento de alguns acessos ao castelo.

          Os prisioneiros eram chamados de “grilhetas” por trabalharem acorrentados. Trabalhavam muitas horas, ao sol à chuva e com pouca alimentação, no entanto, eram bastante aplaudidos pela população devido ao excelente trabalho que faziam.

              A calçada portuguesa no Rossio tornou-se moda e rapidamente foi espalhada por todo o País e pelo Mundo. 





Rossio Square is the Lisbon´s heart

            Dom Pedro IV Square, best known by its old name, Rossio Square is more than six hundred years ago the heart of Lisbon. This square, being the city center, is a busy location that is popular with both tourists and local people and it is where Portugal´s cobblestone pavements were born.

            In these six hundred years, this square is stage of several historical and memorable events such as bullfighting, festivals, military parades and even bonfires of the Inquisition. Currently, this square has been stage of several political rallies and social and cultural demonstrations.

            In 1755 due to the famous and tragic earthquake, the reconstruction which followed, gave to Rossio Square a different view because the square was surrounded by several pombaline buildings that were used for local market. In the noth side of the square we can find the D. Maria II National Theatre and in the south a magnificent arch, a pombaline architecture masterpiece of the eighteenth century.

Rossio Square
© Roc2c

The ground of D. Pedro IV Square

            The ground of this square is a real work of art of the typical portuguese cobblestone. This pavement was made black and white limestone with waved pattern. Following the success achieved in S. Jorge Castle in 1842, the Lt. General Eusébio Furtado was assigned to paving the Rossio. The design adopted for Rossio was known by “ Wide Ocean”. Today, the portuguese cobblestone is one of main calling cards of Lisbon and our country.

Rossio Square
© Roc2c

Rossio Square
© Roc2c

The Rossio “Ocean”

            After the S. Jorge Castle pavement, there were ordered similar works however one project stand out, with more than eight thousand square meters in Dom Pedro IV Square, since always known like Rossio Square.

             The famous wave pattern with the name “wide ocean” was made between 1846 and 1849 in Rossio Square and it was gave to this pavement because it reminded the sea, the beach and the waves swaying with rhythm.

             This pattern represents the meeting point between Tejo river and Atlantic Ocean which threw the portuguese people on the Discoveries and on the Overseas Expansion since fifteenth century.
This  kind of  pavement marked the birth of “ Portuguese Cobblestone” like we know it today.

Rossio Square
© Roc2c

The first master hand made

            Lt. General Eusébio Pinheiro Furtado had the pioneer initiative of occupying the Castle prisoners. So they began to do the pavement of some   streets around the castle.

            The first prisoners were called “grilhetas” because they worked chained. They worked many hours to the sun and rain with few food, however they were acclaimed by people due to the excellent work that they were doing.

           The Portuguese Cobblestone in Rossio became fashionable and it it quickly spread throughout the country and around the world.


















Sem comentários:

Enviar um comentário