Roc2c Blog

If you need a real good pavement for your home, Roc2c has the solution for you!

3/6/15

Calçada tradicional vai ser substituída por betão

Apenas 349 pessoas recenseadas em Campolide, Lisboa, num universo de 15 mil, votaram


Apenas 349 pessoas recenseadas em Campolide, Lisboa, num universo de 15 mil, votaram esta quarta e quinta-feira para decidir entre a reabilitação da calçada existente na freguesia ou a sua substituição por um piso de betão. A maioria (61,5%) disse «sim» ao betão e renunciou à manutenção da calçada tradicional portuguesa. 

Não houve abstenções e apenas um voto foi considerado nulo.  

André Couto tinha dito que o que estava em causa nesta consulta popular era «uma opção entre a segurança e a tradição».  

«O objetivo é a reabilitação da calçada e a segurança da circulação pedonal» nas ruas da freguesia de Campolide, disse o autarca, acrescentando que ali reside «uma população muito envelhecida». 

E no próprio boletim de voto foi esta a ideia apresentada. No boletim as opções eram «calçada, tradicional, à semelhança do que já existe» ou «outro tipo de pavimento contínuo, mais moderno e seguro». 

André Couto afirmou antes da consulta que independentemente do resultado da votação, o valor da intervenção em Campolide seria sempre o mesmo: 150 mil euros em 2015 e 150 mil euros em 2016. A intervenção será divida por dois anos deve-se «por uma questão operacional da Junta de Freguesia e por uma questão financeira da Câmara». 

Ainda de acordo com o presidente da Junta, esta intervenção surgiu com a vitória da Junta de Freguesia nos Orçamentos Participativos de Lisboa 2011 e 2013. 


A calçada não pode ser vista como um pavimento perigoso, a questão está no profissionalismo e no assentamento da mesma. Muitas vezes as câmaras e entidades públicas, contratam mão de obra barata, e como todos sabem, o barato não é sinónimo de qualidade! A calçada se for arquitectada por quem tem conhecimento deste pavimento e executada pelos devidos profissionais, mestres calceteiros, muito dificilmente dará problemas a quem caminha por estes passeios.

No comments:

Post a Comment